quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Alfredo Guedes em Festa!

Contamos com a presença de todos para apreciar uma agradável manhã, com a abertura da Exposição da Família Maluf.
Haverá exposição sob tendas na Praça do Bom Jesus, apresentação da Orquestra de Câmara da Casa de Cultura, demonstração do violinista e concertista Ryan Meehan, da Banda The Calidore String Quartet, descerramento de placa comemorativa e o plantio de uma árvore nas imediações do local do crime de 1939, onde o senhor Miguel Maluf e seu filho Salim, tiveram as suas vidas ceifadas pelo feitor da Estrada de Ferro Sorocabana, Emílio Doraciotto, ocasião em que Emílio precisava cortar uma árvore para construir uma cerca. A divergencia surgiu por conta de estar a árvore no limite da propriedade da Família Maluf.
As capelas do Bom Jesus e São Benedito ficarão abertas para visitação, bem como o Memorial Alfredo Guedes. Estará presente o Dr. Miguel Alfredo Maluf (que é quem atualiza as obras de Direito Constitucional de Sahid Maluf - Sahid nasceu em A. Guedes), o filho de Sahid e de Nagiba M. R. Maluf (professora, advogada e escritora) o Dr. Antonio Carlos R. Maluf, futuro Secretário Adjunto da Casa Civil do Governo Doria, além de outros membros da família, como a Psicóloga Maria Regina, também filha de Sahid e Nagiba, Livre-Docente da PUC-SP.
O singelo e a intelectualidade em mistura perfeita, inebriados pela emoção da boa música!

                                                                                                    guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                                     Célia Motta.


segunda-feira, 29 de outubro de 2018

A LUTA CONTINUA

Fui pega hoje  pela manhã, totalmente de surpresa, com o posicionamento do Dr. Railson Rodrigues, diga-se de passagem, meu superior imediato, pois trabalho na pasta da qual ele é o Secretário.
A postura e a conduta democrática por excelência, não me surpreenderam, pois o conheço desde que ele era ainda um menino, e acompanhei toda a sua trajetória e amadurecimento, mesmo de longe. Sempre soube de sua bagagem de conhecimento, tanto em política, quanto em administração.
Mas, que orgulho eu senti ao ver que a memória de meu pai representava tanto, para alguém tão jovem e tão letrado. A surpresa, foi por ter um fato antigo, da vida de alguém que se fosse vivo, teria já seus 87 anos.  A surpresa foi pelo fato de constatar que verdades plantadas deixam raízes imortais no tempo e no espaço. E a Democracia foi a grande semeadura de meu pai. 
Pensei aqui comigo, em todas as turmas que Railson (me permitirei ao menos uma vez, chamá-lo de modo informal, para externar o meu carinho e o de meu pai também) formou, de livre e espontânea vontade, versando sobre cidadania e Constituição. E vi que realmente, o meu pai sempre teve razão, quando dizia que as lutas não são em vão. Realmente, ainda que morramos, é necessário que essa morte ocorra com o nosso caráter e a nossa personalidade em pé, pois de fato, o legado permanece.
Braço direito da administração municipal, advogado, jovem, audacioso, inteligente e carismático: perfeita alquimia para o futuro da nossa cidade. Aberto ao diálogo, e disposto a receber novos conhecimentos, ele faz parte da juventude Democrática que tocará o nosso Município, nessa incessante corrida de bastão, que é a nossa vida, em sua essência. Meu pai ontem, o Motta, com certeza deve ter vindo tomar uma comigo, como diria Ciro Gomes"só pra rebater". Eu fiz exatamente isso e fiz dizendo como o próprio Ciro: "agora vou tomar uma só pra rebater". Eu ainda não sabia dessa declaração pública e democrática de Railson, em referência ao meu pai... mas o meu pai já! Eu sei que já.
Obrigada pai e obrigada Railson, por deixarem a minha manhã de dores e temores pelo resultado das eleições, mais tranquila e tragável; mas principalmente por não me deixarem perder de foco, de que a luta continua. Obrigada por nos oferecer um cenário tão lindo em dia de votação, carregando a mais poderosa de todas as ferramentas que alguém pode portar: livros!
Um jardim de livros, foi a mais profunda beleza de ontem, em meio às turbulentas e desequilibradas atitudes dos violentos.
Obrigada pela sobriedade e pelo respeito no dia da maior festa Democrática da nossa Nação. Obrigada por eternizar, mais uma vez a memória, a vida e a luta do homem negro, corajoso e de inteligência brilhante, que se deu pelo Estado Democrático de Direito.
Obrigada pela sensibilidade de portar livros e sabedoria.
#DEMOCRACIA


                                                                                          guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                          Célia Motta.

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

SALVE SALVE! MOA DO KATENDÊ!

UM ETERNO VIVA A MOA DO KATENDÊ!
MESTRE MOA, ETERNO DO BADAUÊ...
SALVE SALVE
MOA DO KATENDÊ
SALVE SALVE NOSSA PÁTRIA, NOS AJUDEM OS ERÊS


                                                                  guardiadelendas.blogspot.com
                                                                  Célia Motta.

Poema de Arnaldo Antunes


POEMA DE ARNALDO ANTUNES


IstoNãoÉUmPoema

isto não é um poema
desabafo
que não pude não
fazer e não pude fazer
de outra forma
que não fosse
assim
fatiando as frases
no espaço
aqui
hoje
eu vi
aterrorizado
um artista assassinado
Moa do Catendê,
mestre de capoeira,
autor do Badauê —
por conta de uma divergência política num bar
da Bahia
depois corri o dedo
sobre a tela e
vi e ouvi
arrepiado
Luiz Melodia
(também negro e compositor,
também com o cabelo rastafari,
como a vítima do post anterior)
cantando
“no coração do Brasil”
e repetindo muitas vezes
esse refrão
“no coração
do Brasil”
“no coração do Brasil”
que tento sentir
pulsar ainda
entre a luz de Luiz
e a treva
desse buraco vazio
que não pulsa mais no peito
de Moa do Catendê
e “não existe amor em SP”
ou “no coração do Brasil”
fraturado
nesses dias
brutos
de coturnos
chucros
a chutar a cara
de quem
ama
arte
cultura educação
liberdade de expressão
diversidade
cidadania
solidariedade
democracia
mas não se dá
a mínima
o que importa é se subiu
a bolsa
caiu
o dólar
se todos vão prosseguir
seguindo
docilmente para o abismo
nessa insanidade coletiva
em que o Brasil nega
qualquer Brasil
possível
cega
qualquer futuro possível
e o ódio
o horror e o
ódio
e nada que se diga faz sentido
mais
para quê
expor na cara desses caras
a palavra explícita
(gravada em vídeo e repetida, repetida, repetida)
do seu “mito”
dizendo
“eu apoio a tortura”
“eu defendo a ditadura”
“eu vou fechar o congresso”
“não servem nem para procriar”
“não te estupro porque você não merece”
“a gente vai varrer esses vagabundos daqui”
“o erro foi torturar e não matar”
“viadinho tem que apanhar”
etc etc etc etc etc
e tudo mais
que repete incansavelmente
há anos
ante câmeras e microfones
para quê mostrar de novo
e de novo
o mesmo nojo
se é justamente
por isso
que o idolatram?
e sempre haverá
os que vêm disfarçar
dizendo:
“estamos entre dois extremos”
“sim, mas veja a Venezuela”
“é para acabar com a corrupção”
“nós queremos segurança”
ou
“não é bem assim…”
enquanto constatamos cada vez mais
que sim,
é assim
mesmo, é assim
que é
mas
como li por aí:
“como explicar a lei Rouanet para quem
ainda não assimilou a lei Áurea?”
ou: como explicar a lei da gravidade
para quem ainda crê
que a terra é plana?
e querem defender sua ignorância com dentes
e garras
querem
matar atirar vingar
a quem?
em nome de quem?
(pátria, família, propriedade, segurança?)
se nessa seara não há direitos
nem respeito
ensino ou dignidade
só horror e
ódio, ódio
e horror
as palavras perdem a clareza
os valores perdem o valor
a vida perde o valor
Marielle
remorta remorrida rematada
por sua placa
rompida rasgada desonrada
pelas mãos truculentas de
brutamontes prepotentes
com suas camisetas estampadas
com a face do coiso
que redemonstra sua monstruosidade
quando vende
em seus próprios comícios
camisetas de outro
ultra-monstro
Ustra
aquele que além de torturar
levava crianças para verem
suas mães torturadas
e esses mesmos
abomináveis
que, diante de uma claque vergonhosa,
se orgulham
de terem
rasgado as placas
com o o nome Marielle Franco
estão sim
agora
eleitos
satisfeitos
mas não saciados
de todo o sangue
de inocentes
que há de correr
só por serem
diferentes
excitando em outros
o desejo de exercer
seu obscuro
poder
de milícia polícia esquadrão da morte
e o anúncio da Rocinha metralhada
como solução
a barbaridade finalmente
institucionalizada
como diversão
o Brasil finalmente
sem coração
fora da ONU
e dos acordos internacionais pelo
meio-ambiente
sem controle
de sensatez ou mentalidade
sem limite humanitário
“não vai ter ong!”
“não vai ter ativismo!”
“não vai ter mimimi!”
bradam
cheios de si e de ódio
criminosos contra o crime
opressores pela família
amorais pela moral
apesar de todos
os alertas
da imprensa internacional
de esquerda, de centro, de direita
só não vê quem não quer
a tragédia anunciada
divulgada
não como boato
mas escancarada
- mente
enquanto
empoderados pelo discurso
de ódio
de horror e ódio
seus eleitores
já saem pelas ruas
dando tiros
e gritos
enxurradas de fakes
suásticas nazistas gravadas com canivete
na pele da menina
que usava “ele não” estampado na blusa
e a promessa de violência desmedida
se concretizando
antes mesmo de começar o segundo turno
e nem um centímetro de terra para os índios
e nem um pingo de direitos civis ou humanos
e a volta da censura e o ódio,
o ódio, o horror
e o ódio
pra encerrar de vez
o sonho de uma nação
que tem a chance
de dar ao mundo
sua contribuição
original
agora fadada a repetir o que de pior já houve
na história
sem história agora
sem Museu Nacional
nem cultura nem educação
abolir filosofia e arte
em seu lugar:
moral e cívica
escola militar
religião
geografia dos lucros e dividendos
massacre das minorias
horror e ódio
e ódio
e horror
crescente permanente enquanto dure
pois ninguém larga o osso assim tão fácil
depois de um golpe
que precisa parir outro golpe
ou autogolpe
alimentado por todas as fakes e facas
contra as costas de artistas
como Moa
mas na cabeça de quem apóia
tudo se justifica:
o fascismo
a tortura dos presos
o sumário julgamento sem juri
autorização dada à polícia
para matar
e o ódio aos pobres
as blitzes ostensivas
a guerra declarada
dos que aceitam assassinos para combater bandidos
se está tudo invertido mesmo
pobre elegendo milionário,
pelo avesso e ao contrário
então se autoriza a sórdida
barbárie
dos fortes contra os fracos
algo está muito doente
no Brasil
no descoração do Brasil
que mente, se omite, agride, regride
para avançar sem freios
em direção ao fascismo
seguindo a música hipnótica do
ódio,
horror e ódio
pregados em igrejas
em nome de Deus
e de Cristo
só desamor em nome de Cristo
violência e brutalidade em nome de Cristo
armas e tortura
e preconceito em nome de Cristo
de Deus e de Cristo
armar a população
para metralhar os adversários
os diferentes
os miseráveis
os favelados
os do outro lado
os que se manifestam
ou contestam
ou pensam de outra forma
ou se vestem
de outra cor ou tem
outra cor ou
qualquer pretexto
que se crie
para espalhar o ódio, o horror
e o ódio
do machismo ao estupro
da mentira ao linchamento
do homicídio ao genocídio
(“tinha que ter matado pelo menos trinta mil!”)
já sem democracia
palavra vazia
em boca
de quem compactua
(e não são poucos)
pensando ser
possível
alguma forma de
neutralidade
nesse momento
como Pilatos
lavando as mãos
a chamada mídia
tenta fazer média
ao dizer que os dois lados são igualmente
extremistas e perigosos
mas então
onde estavam nos últimos três mandatos
e meio
antes do pesadelo Temer?
estavam numa ditadura comunista
e não sabiam?
na verdade
todos sabem muito bem
que o extremismo
vem de um só
lado, que
quer se eleger para acabar
com eleições
e que o grande perigo é mesmo
esse jogo
de equivalências que,
na verdade
serve ao monstro
pois a omissão é missão impossível
neste agora
impossível
mascarar o sol
da ameaça
hostil e explícita
do nazismo
crescente
com a peneira furada
de um bom senso
mediano hipócrita indiferente
que sempre
vai dizer:
sim, mas a Venezuela…
como se não tivéssemos ouvido exatamente isso
em 64,
quando diziam:
— Sim, mas Cuba…
para justificar a ditadura militar
que tanto elogiam
hoje em dia
e que o atual
presidente
do nosso Supremo Tribunal Federal
decidiu
que agora vai chamar
de “movimento”
em vez de
“golpe militar”
para adoçar um pouco a boca
amarga
do sangue
impregnado
que não vai sumir assim
mudando a nomenclatura
desnomeando a já tão dita
“ditadura”
mas esse des-
- equilíbrio
ético
que diz
preferir uma autocracia
perfeita
a uma
defeituosa
democracia
esse
erro
que nenhum arrependimento será
capaz de reparar
quando for tarde
demais
ainda dá
para evitar
ainda
é tarde
de menos
para
conter
o ódio,
o horror e o ódio
ainda
dd
a
d

                                                                          Brilhantíssimo, o nosso Arnaldo Antunes.
                                                                           guardiadelendas.blogspot.com
                                                                            Célia Motta.

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Como o Motta, que sempre defendeu os direitos sociais e trabalhistas, eu sou pelo Estado Democrático de Direito. Quem sai aos seus não degenera!


Waldemar Geraldo da Motta. Meu pai e meu orgulho. Perseguido e preso durante os tenebrosos anos de chumbo. Motivo? Reivindicação de direitos sociais e trabalhistas, pleiteados por um homem NEGRO e POBRE. Fundamento? Um homem inteligentíssimo e destemido, profundo conhecedor de tantas e tantas ideologias políticas, entre elas, a dialética Marxista. Um enorme sorriso pensante. Um incômodo para a sociedade conservadora e falso moralista.



Com todas as dores provocadas pelo encolhimento de toda a direita, com o alto preço que uma Nação (estranha) paga, por não investir na Educação, com todos os temores possíveis e imagináveis diante de tantas afrontas cometidas contra o Estado Democrático de Direito, em meio ao risco de enfraquecimento e afrouxamento de todas as instituições: só há uma saída saudável, que é Haddad e Manu.
Não sou petista, mas não conseguiria jamais passar por cima da memória e da luta de meu pai, o Motta, e outorgar uma procuração por quatro anos (ou quiçá por tempo indefinido?), para um homem que enquanto parlamentar, declara uma homenagem à escória militar, personificada em Ustra. Um homem assim, jamais me representará e jamais me defenderá como cidadã.
Estamos diante do pior momento que a nossa estranha nação já viu. Tenho visto somente absurdos e conceitos errôneos sobre direita, esquerda, comunismo, socialismo e Venezuela. Pura falta de leitura. Gigantesca falta de conhecimento. Vozes adestradas para repetir o que lhes for mandado. Marionetes em sua maioria. Maquiavélicos em sua minoria, dando as cartas para os próximos jogos de chibatas. Como a mídia idiotiza e como a falta de cultura emburrece e limita.
Mas, eu aprendi com o meu pai, que até para morrer, há que se morrer em pé. O legado sempre permanecerá na conduta e no posicionamento.

                                                                             guardiadelendas.blogspot.com
                                                                             Célia Motta.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Flores e Cores de Marielle



Feita de cor
Adornada de Luz
Mártir florindo
Sua Cruz parindo, seres sorrindo
Concluiu a sua passagem
Ela sim, verdadeiramente virou mito
Mito de verdade
Mito de Liberdade
De valores reais
Cabelos transmutados em raízes de história
Semeou seus frutos, mulher cheia de Glória
Floresceu suas negras flores no Poder
Nos deu mais voz
Nos deu mais força
Nos deu mais vida, quando a besta ceifou a sua própria vida... besta apocalíptica?
E ressurgiu em um pedacinho de cada uma de nós, mulheres negras, suas discípulas
E brilha em um cantinho de nossos sorrisos
Se mostra mais forte do que nunca
Nosso olhar, é ela quem inunda
De emoção, de devoção, de adoração, o nosso coração
Forja metal e fogo em nossas almas, e Iansã  nos transforma em suas guerreiras
Vibram atabaques africanos dos nossos ancestrais
E assim como o vento precede a tempestade
Assim como Xangô chega antes de Oiá
A morte chega para nos trazer você, heroína eterna e divina
Negra mãe de todas nós
Linda e infinda
Viva e forte
Mais santa que outras santas
Mais corajosa, pois sua força é mansa
Bela
Voa
Suas Crias Abençoadas a legislar agora
O seu legado colorido jamais será destruído
Se enganaram os lacaios da besta
Se enganaram os enganadores trevosos
Pois nós, mulheres negras, sempre soubemos transcender em nossas dores
Se equivocaram os executores
Erraram em seus métodos e controles
E através de seu erro, as nossas peles e cores, com a nossa Mestra Marielle, triunfaram os nossos valores
Viva a nossa cor a retumbar nos tambores
O Feminismo eclode mais e mais
Nossos úteros já vieram sagrados em perturbador alvoroço
As bruxas das fogueiras, flutuam santificadas
Nos amparam, nos protegem, não eram o mal encarnado, mas sim a mágica Alquimia
E nós as amamos
Mãe terra! Mãe Lua!
Mãe África! Mãe água!
E nossa Marielle, mãe Águia Ressuscitada!
Mais viva do que sempre, brilharão as suas pétalas de Luz
Os Orixás se rendem à sua perseverança, lhe reverenciam e nos banham de Esperanças


                                                                           
                                                                                               guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                               Célia Motta

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

OS PODERES QUE REALIZAM A ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Me causa grande espanto que a igreja, enquanto instituição, não se rebele contra o totalitarismo, o fascismo e o discurso violento do "coiso".
Tenho escutado de pessoas, que foram aconselhadas a votar nessas aberrações militares, dentro de igrejas, em celebrações litúrgicas e até em grupos de oração.
Incrivelmente hipócrita e distante de seu papel social, a posição que a igreja toma nesse momento em que se decide entre liberdade ou repressão. Papel social, aliás, que insiste em não cumprir. Se o Cristo voltasse, eles o matariam de novo. Pois todos os princípios e valores do Cristo andam na contramão da "mãe" igreja e do "santo" papa.
O poder eclesiástico deve ser realmente um alucinógeno viciante que leva ao último degrau da cegueira emocional.
Igreja se mete em tudo o que não deve quando o assunto é a efetivação do estado laico. Entretanto, quando deveria se posicionar a favor do bem social, só faz vergonha!
Isso explica a excomunhão de  uma sumidade feito Leonardo Boff, e o silêncio imposto às personalidades de grande calibre, como a freira Ivone Gebara, padre Reginaldo e outros tantos.
A igreja senhores, continua sim sendo mãe. Mãe do machismo, mãe da discriminação da diversidade de gêneros, mãe da submissão imposta as mulheres, mãe da divisão de classes, mãe da lealdade anticristã.
E os papas, como "bons" filhos que são, continuam sendo santos, expandindo esse legado de vergonha e escuridão. Do mesmo modo, os evangélicos caminham nas mesmíssimas trilhas de ignorância e crueldade; se sentindo verdadeiros juízes do mundo e emissários de Deus rs rs.
Repulsivo esse falso conservadorismo que ilude gente despreparada e de boa fé, tomando suas parcas economias.
Repulsiva essa certeza de que alguns devem comer e sobreviver com decência, e outros devam sucumbir ao total abandono.
O luxo e a ostentação que o poder dessas instituições carregam, desautorizam a todas elas que falem em nome de Deus.
O ódio que reflete de seus olhos, quando se espelham em um candidato fascista, machista, racista e violento, eclode junto aos horrores da ditadura, fomentados pela crueldade do totalitarismo. Não é excesso dizer, que remonta aos tempos da "santa" inquisição.
Quem apóia discurso violento, violento também o é.
Veremos então os déspotas montados em suas duas maiores caracterizações de poder:
 -Os uniformes militares de alta patente.
 -As casulas e estolas da hierarquia clerical.
Mudam as tonalidades e o falso significado de suas cores e simbologias, mas o despotismo e a tirania em nada diferem. E o povo, como sempre um fantoche extremamente bem manipulado pelos "donos" de suas vidas, segue aceitando criaturas vis nos comandos, aceitando o estupro aos cofres públicos, que sustenta a violência, as orgias, o nepotismo, a pedofilia, e obviamente, a perpetuação de todos esses males...

                                         
                                                                guardiadelendas.blogspot.com
                                                                Célia Motta.

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

SIM A DEMOCRACIA! #ELENÃO #ELENUNCA


NÃO A DITADURA! NÃO A REPRESSÃO! NÃO AO RETROCESSO! NÃO AO TOTALITARISMO


General ligado a Bolsonaro fala em banir livros sem "a verdade" sobre 1964... - Veja mais em https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/eleicoes/2018/09/28/general-ligado-a-bolsonaro-fala-em-banir-livros-sem-a-verdade-sobre-1964.htm?cmpid=copiaecola
General Aléssio Ribeiro Souto, faz parte de grupo que formula diretrizes para um eventual governo Bolsonaro... - Veja mais em https://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/eleicoes/2018/09/28/general-ligado-a-bolsonaro-fala-em-banir-livros-sem-a-verdade-sobre-1964.htm?cmpid=copiaecola



Quem acompanha o meu modesto trabalho de contadora de histórias e lendas guedenses, deve estar estranhando os últimos dias, pois eu só tenho me manifestado sobre política.
Num cenário de horrores cotidianos cometidos contra negros, contra mulheres e homossexuais, eu, como mulher negra, e aberta a todo tipo de consciência que seja do bem, sendo filha de quem sou, jamais poderia me esquivar do protesto #Ele Não.
Hoje pela manhã, eu soube de um ato repulsivo de racismo contra uma garotinha de 4 anos. Uma pequena princesa de belíssima pele de ébano, com cabelos repletos de histórias da mãe Negritude, foi tristemente hostilizada ao entrar em uma piscina de um hotel de categoria., em São Paulo. Medo de serem "contaminados", segundo o depoimento dos pais da menina. A mãe, no seu desabafo, pede inclusive orações para os adultos que incentivaram o racismo em seus filhos, agravando a situação quando também saíram da piscina, chamando a menina negra de "esse tipo de gente". O constrangimento da criança, foi ainda alimentado mais uma vez, quando as mães das crianças brancas começaram a falar em  "prováveis micoses". Inacreditável! Inominável!
O racismo já está institucionalizado em nossa Pátria. Discordo da mãe da linda menina negra, quando pede orações, já que racista é criminoso e não precisa de templos e rezas, mas de cadeia e de reeducação. LUGAR DE RACISTA É NA CADEIA. Não precisa de terços e rosários, imagens ou qualquer ícone religioso de expressão escrita, mas sim de ALGEMAS E GRADES.
Brasileiro de bem, sente medo das atrocidades cometidas durante a escravidão. Brasileiro decente, sente vergonha da barbárie dos porões de navios negreiros. Brasileiro consciente, se mobiliza para resgatar o grande pecado, com a efetivação da abolição sem perspectiva para nós, os negros. Sem trabalho, sem moradia, sem nenhuma política de inclusão social. Irresponsabilidade que carrega os seus reflexos até hoje.
E o maior problema do racista, é que não há retórica no mundo que seja capaz de fazê-lo entender que está errada a sua conduta. Posto que racismo é medo sem fundamento e falta de conhecimento. Quando você ouve que "racismo é burrice", não é exagero, é uma verdade atrelada à violência contra o semelhante.
O racismo não deixa de ser um verdadeiro holocausto. Aliás, o que tem de pseudocristão com convicções nazistas e fascistas, estarrece e nos faz perceber o tamanho de nossa hipocrisia.

Como se não bastasse para o dia de hoje, também pela manhã, tomei conhecimento da violência exercida contra uma moça no vagão do metrô, empurrada e obrigada a sair do vagão por conta da camiseta do time do Palmeiras que ela estava usando. A torcida contrária não consegue ser tolerante! E claro, tinha que ser contra uma mulher. Pois tal e qual o racismo, o machismo também está institucionalizado em nossa Pátria
Eu, particularmente, não gosto de futebol, e penso que são muitos milhões desperdiçados num planeta que ainda morre de fome e falta de saneamento.


Ainda é pouco?
Não... tem mais: Chega essa criação bizarra da extrema direita, ganhando espaço em período eleitoral, com um discurso de ódio e intolerância, que caminha na contramão do bom senso, fomentando o racismo, a homofobia, o machismo e a violência armada como solução. De quebra, é absurdamente incompetente, pois nada fez em anos e anos de mandato no Estado do Rio de Janeiro, diga-se de passagem, estado que mais sofre as mazelas da irresponsabilidade e da criminalidade por parte dos governantes.

Quer mais?
Então leia a revista Veja!

Matéria-bomba da Veja faz hashtag #BolsonaroNaCadeia explodir nas redes

Ex-mulher de Bolsonaro o acusou de furto de cofre, ocultação de bens à Justiça Eleitoral, “comportamento agressivo” e "desmedida agressividade"

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/09/ex-mulher-acusou-bolsonaro-de-furto-de-cofre-e-agressividade.shtml





Ex-mulher acusou Bolsonaro de furto de cofre e agressividade

Reportagem da Veja teve acesso a processo de separação no qual ela também relata agressividade do hoje presidenciável


Ah! Eu ia me esquecendo, como está retumbando no mundo, eu também vou a favor da Democracia e da Liberdade!!!
#BolsonaroNaCadeia

 pois no inferno, nem o diabo quis.

                                                                guardiadelendas.blogspot.com
                                                                Célia Motta.

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

3 MILHÕES DE MULHERES CONTRA A OPRESSÃO! BENDITO SEJA O FEMINISMO!




CONTRA O INOMINÁVEL, DESPREPARADO, DESEQUILIBRADO, VIOLENTO: "O COISO"


NÃO AO FASCISMO
NÃO AO MACHISMO
NÃO AO RACISMO
NÃO A MISOGINIA
NÃO A HOMOFOBIA
NÃO AO ESTREITAMENTO DO PENSAMENTO
NÃO AO RETROCESSO
NÃO AO MILITARISMO
NÃO A OPRESSÃO
NÃO A DITADURA
NÃO A CENSURA
NÃO A LIMITAÇÃO INTELECTUAL E CRIATIVA
NÃO A VIOLÊNCIA
NÃO AO EXTREMISMO
NÃO AO RADICALISMO
NÃO AO HOMEM QUE VIVIA ABRAÇADO E ATRELADO A EDUARDO CUNHA


                                                                                                           guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                                           Célia Motta.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

# QUEM SERÁ???

Havia um burro amarrado a uma árvore, ai veio o demônio e o soltou.

O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.

A mulher do camponês dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou.

O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.

Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro.

Os filhos do dono do burro, ao ver o pai morto, queimaram a fazenda do camponês.

O camponês, em represália, os matou.

Aí perguntaram ao demônio o que ele havia feito e ele respondeu:
– “Não fiz nada, só soltei o burro”.

Conclusão, Se vc quiser destruir um país, Solte o Burro

QUANDO UM ANALFABETO CONSEGUE MANIPULAR MAGISTRADOS É SINAL DE QUE O PAÍS VIROU UM CURRAL...OS JUMENTOS TOMARAM O PODER!
 

AUTOR DESCONHECIDO
MAS O CONTEXTO... AH ESSE É BEM CONHECIDO...

#ELE NÃO #ELE NUNCA #ELE JAMAIS

    NEM É BEM NESSA ORDEM
    NEM É BEM NESSA SEQUÊNCIA
    MAS PELO BEM E PELA GARANTIA DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO
    PELA EXPANSÃO DA CULTURA NEGRA
    PELA BELEZA IMPAR E FASCINANTE DAS RELIGIÕES AFRICANAS
    PELA EDUCAÇÃO QUE LIBERTA
    PELA LIVRE EXPRESSÃO DO SER HUMANO
    PELAS MANIFESTAÇÕES POLÍTICAS, A TODO TEMPO NECESSÁRIAS
    PELA IMPLANTAÇÃO EFETIVA DE LIDERANÇAS FEMININAS DESDE TENRA IDADE
    PELO AVANÇO DO FEMINISMO, TÃO MAL INTERPRETADO E INCOMPREENDIDO, INCLUSIVE POR ALGUMAS MULHERES, QUE DESCONHECEM O TEMA E AS FILOSOFIAS NAS QUAIS SE FUNDAMENTA
    EM NOME DE DEUS PAI, QUE NÃO RARAS VEZES OLHO COM ESTRANHEZA QUE NÃO SEJA CHAMADO DE "DEUS MÃE", MUITO MAIS ALINHADO COM O ADVENTO DA CRIAÇÃO
    PELAS MULHERES SÁBIAS DO PASSADO, QUEIMADAS COMO BRUXAS, EM MEMÓRIA E REVERÊNCIA A TODAS ELAS, VERDADEIROS MITOS DE CORAGEM E FORÇA
    PELO FIM DA HIPOCRISIA INERENTE A TODOS OS PODERES
    PELO FIM DA HIPOCRISIA RELIGIOSA, BRINCANDO DE SER DEUS
    PELO MACHISMO QUE IMPERA EM NOSSA SOCIEDADE E EM NOSSAS CASAS, QUANDO EDUCAMOS MENINAS E MENINOS DE MODOS TÃO DIFERENTES E DISCRIMINATÓRIOS
    PELA "DESCOISIFICAÇÃO" DA MULHER, OBJETO DE SATISFAÇÃO DE CAPRICHOS MASCULINOS, VÍTIMAS DE DEPRECIAÇÃO EM PIADAS GROTESCAS E SUBMISSÃO HUMILHANTE, PRESAS DE UMA CRUELDADE IMPUNE E VERGONHOSA
    PELO RESPEITO A HISTÓRIA, QUE JAMAIS SERÁ O QUE A BOÇALIDADE ENCARNADA TEM DITO AOS QUATRO VENTOS: "história é só história"
    PELA LIBERDADE, QUE É SAGRADA, SAGRADA E SAGRADA
    PELA LIBERDADE, QUE É LEGADO DA DIVINDADE PARA NÓS TODAS E TODOS
    PELA LIBERDADE DA COMUNIDADE LGBTI, E O PLENO EXERCÍCIO DE SUA CIDADANIA
    POR UM EXÉRCITO QUE RESGUARDE E PROTEJA A SOBERANIA DE NOSSA PÁTRIA MÃE, LIVRE E ESSENCIALMENTE DEMOCRÁTICA
    PARA NÃO RETROCEDERMOS NO TEMPO E NO ESPAÇO, COM PRECONCEITOS DE RAÇA E DE GÊNERO INSTITUCIONALIZADOS
    PELO FIM DA HOMOFOBIA, COVARDE E NOJENTA, JÁ CRISTALIZADA EM NOSSA SOCIEDADE
    PELO FIM DO FEMINICÍCIO, ABOMINÁVEL, INDECENTE E REPULSIVO, CALCADO EM UMA MORAL ILEGAL E IMORAL
    PARA NÃO CORRERMOS O RISCO DE UMA DITADURA MILITAR, CORRUPTA, INEFICIENTE E VIOLENTA.
    POR UMA PACIFICAÇÃO, ATRAVÉS DE POLÍTICOS CORRUPTOS PRESOS, PELA DEVOLUÇÃO E EXPROPRIAÇÃO DE SEUS BENS ROUBADOS DA NAÇÃO, POR UMA EDUCAÇÃO VERDADEIRA, QUE DESPERTE A CRÍTICA E A ANÁLISE DA POPULAÇÃO, PARA QUE NUCA MAIS CORRAMOS O RISCO DE VER UMA PESQUISA DE INTENÇÃO DE VOTOS, LIDERADA POR ALUNOS QUE DESCONHECEM OS HORRORES HISTÓRICOS DO NOSSO BRASIL, QUE UM DIA FOI DITATORIAL
     POR UMA JUVENTUDE FUTURA, QUE NÃO ESTEJA ENVOLVIDA POR UMA CULTURA DE LIXO NAS MÍDIAS, QUE NÃO SOFRA COM O ANALFABETISMO DISFARÇADO, E QUE SEJA CAPAZ DE ESTABELECER JUÍZO DE VALOR
     PELO FIM DESSA ABERRAÇÃO BIOLÓGICA, QUE SE RESUME EM UMA AFRONTA A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA, UM VERDADEIRO RECHAÇO A HISTÓRIA
     POR TUDO ISSO,

#ELE NÃO #ELE JAMAIS #ELE NUNCA

MAS, AINDA ASSIM SE ACONTECER O PIOR, EU SENTIREI MEDO DO PODER, DESCONFIANÇA DAS INSTITUIÇÕES E MUITA VERGONHA ALHEIA
SENTIREI PENA DE VER O RETROCESSO EM CADA DIA DESSE MALDITO MANDATO
PORÉM, PODEREI DORMIR AS MINHAS NOITES, CERTA DE QUE NÃO COLABOREI COM O MAIOR DESASTRE QUE PODERIA OCORRER EM NOSSO PAÍS.

                                                                   
                                                                             
                                                                                  guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                  Célia Motta
                                                                         


segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Ele Não!!!



                                                                                guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                Célia Motta.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

POR TANTAS E TANTAS COISAS, "ELE" NÃO!

Reverenciando tantas Marieles, tantos Ulisses, tantos Juscelinos, Eduardos, Jangos e Tancredos. Gente que viveu para as coletividades. Gente que morreu, sempre sem convincente explicação, por amor a sua gente. Gente, que pela sua conduta e atitude diferenciada, tornou-se imortalizada. Além, é claro, daqueles que viveram e morreram no anonimato, desafiando os poderes sordidamente estabelecidos, com a ousadia no peito e o fogo nos olhos, queimando sempre para o Bem. Gente que contrariou a ordem em desordem.
Raros e insuperáveis, cada um a seu modo.
Insubstituíveis em sua área de ação.
Donos de legados de raça e emoção.
Corajosos e virtuosos, em extinção...


     POR DIAS MELHORES PARA AS NOSSAS FILHAS E NETAS
     POR DESCENDÊNCIAS QUE TENHAM A LIBERDADE POR PRINCÍPIO MAI VALOROSO

     #elenão

                                                       guardiadelendas.blogspot.com
                                                       Célia Motta.



quinta-feira, 20 de setembro de 2018

#elenão

ELE NÃO!!!

COMO MULHER NEGRA QUE SOU.

PELO MEU PAI QUE SOFREU PERSEGUIÇÕES INÚMERAS, NOS DIAS SOMBRIOS DE DITADURA MILITAR.

PELOS MEUS ASCENDENTES NEGROS, VÍTIMAS E PRESAS FÁCEIS DA ESCRAVIDÃO.

PELOS MEUS ASCENDENTES ÍNDIOS, ROUBADOS, VIOLENTAMENTE VILIPENDIADOS EM SUA RELIGIOSIDADE, RITUAIS E CULTURA.

PELOS FILHOS DAS HEROICAS MÃES SOLTEIRAS.

PELAS MULHERES MASSACRADAS FÍSICA E EMOCIONALMENTE AO LONGO DO TEMPO.

PELOS MEUS AMIGOS E AMIGAS HOMOSSEXUAIS , BISSEXUAIS E TRANS. PELO MEU RESPEITO A TODA COMUNIDADE LGBT!

PELA DEFESA DO AMOR QUE HÁ ENTRE ELES QUANDO FORMAM UMA FAMÍLIA, TÃO OU MAIS SAGRADA DO QUE A NOSSA.

PELO ESTADO DE DIREITO E PELA DEFESA DA NOSSA GUARDIÃ MAIOR, A CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

CONTRA A IMPUNIDADE DOS CRIMES DE MORTE CONTRA A MULHER, QUE PASSAM FÁCIL, FÁCIL DE FEMINICÍDIO À LEGÍTIMA DEFESA DA HONRA. 
HONRA? - E DESDE QUANDO A HONRA DE ALGUÉM RESIDE NA CONDUTA DE OUTRA PESSOA?

PELOS ABISMOS DE ESCURIDÃO E SILÊNCIO FORÇADO, PELOS DESAPARECIDOS QUE FORMARAM VERDADEIRAS MILÍCIAS EM FAVOR DA DEMOCRACIA.

PELAS MULHERES, E PRINCIPALMENTE PELAS MULHERES NEGRAS, QUE AINDA NASCERÃO,                       


 #ELENÃO    #ELENÃO    #ELENÃO 

                                                                   guardiadelendas.blogspot.com
                                                                    Célia Motta.

terça-feira, 21 de agosto de 2018

"Comemoração do Casamento de Diva Boso"


Lindo registro guedense. Da esquerda para a direita: o casal Dona Rosa e Silvio Boso.
O casal de noivos envolvidos no sorriso de Claudio Boso.
Fotografias enviadas por Rosi Boso, filha de Nadir e Zico.


Mais e mais festas, da família que traz as comemorações em suas veias atuais e ancestrais...


                A beleza da produção do café, na bela Fazenda São Sebastião. As irmãs Diva e Nadir, juntamente com uma amiga da Fazenda. Lindo registro.


Agradecemos aqui, a generosidade de nossa amiga Rosi Boso, em nos ceder essas lindas e emocionantes imagens, trazendo brilho ao nosso Blog genuinamente guedense. O nosso maior alimento, é justamente a consideração e o respaldo das famílias tradicionais daqui, bem como, daquelas que apesar de não mais viverem aqui, mas que ainda carregam em si toda a nobreza e o caráter de nossa gente, possuindo em nosso chão, todas as suas raízes e memórias.
                                                                                                     


                                                                                                          guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                                          Célia Motta.



segunda-feira, 25 de junho de 2018

ESCREVEDOR DO REINO - UM BLOG PARA PESSOAS RARAS




Escrevedor do Reino

UM BLOG PARA PESSOAS RARAS

Escrevedor do Reino

UM BLOG PARA PESSOAS RARAS


Super mega recomendado, o blog do jornalista e futuro advogado Paulo Jacon.
Tomo a liberdade de postar aqui em meu espaço, o endereço virtual desse raríssimo e caríssimo escrevedor.
Autor de textos inteligentes, dono de um traquejo extremo da crítica com pitadas de singular humor, vem se destacando mais e mais no meio lençoense.
Eu, particularmente, o imagino no futuro, escrevendo um livro com os seus tesouros registrados que marcam a época atual. Agradeço aqui, a sua solidariedade à minha causa em prol do resgate histórico do distrito de Alfredo Guedes, pela sua busca incessante da verdade, pelo modo valente como conduz os seus trabalhos, e obviamente, pelo brilhantismo nato.
Aos que sabem enxergar, vejam. Aos que sabem pensar, avaliem. Aos que apreciam raros e caros momentos, sigam o   escrevedordoreino.blogspot.com.br

                                                                                           guardiadelendas.blogspot.com
                                                                                           Célia Motta.


quinta-feira, 14 de junho de 2018

Triste sepultamento!

Assim estamos, parados no tempo. Com uma obra que vem se estendendo desde setembro passado, salvo engano.


Passando da história para a desolação do "nada", o barro, devagar vai carregando as nossas histórias e enterrando as nossas memórias.
Fazendo parte do Conselho Municipal de Turismo, o titular representante da cultura local, e como se vê, sem entender absolutamente nada da mesma, segue dirigindo e secretariando o Distrito de Alfredo Guedes. Distrito este, fadado ao esvaziamento, aniquilação e inviabilização de tudo que no passado fora semeado por tantos e tantos protagonistas, todos nativos do lugar.
Assim como hoje o nosso Memorial repousa em torpe sono hipnótico, por conta de ali não haver mais nenhum evento cultural, o Distrito segue de modo simplório, esmolando o tal "jeitinho brasileiro", tão e cada vez mais presente na nossa estranha nação. Quebrando pequenos galhos aqui e acolá, sem conseguir dizer ao certo, à que foi que veio, o comando local não consegue desempenhar o mínimo necessário para o turismo local, como se pode verificar na tamanha destruição histórica. Engajado com sabe-se lá quem e com o que, abre para nós, e quando digo nós, falo dos guedenses de sangue e de alma, um tremendo leque de hipóteses, pois como pode alguém fazer parte do conselho municipal de turismo (com minúsculas mesmo), sem efetuar nenhum evento num local passível de tanta exploração de costumes, hábitos, personagens, recursos naturais e memória? Que negociata seria essa, em que até agora não se houve falar em educação patrimonial? O que será apresentado aqui, em termos turísticos?
É para se pensar... vou aqui acrescentando... conforme os dias passam...  De início, até elogiei a criação de uma diretoria para o nosso Distrito. Mas, retiro integralmente o dito, haja vista o desastre em potencial. Sem diretores, sem secretários, contando com a extrema boa vontade dos funcionários que no passado foram nomeados, nós caminhamos muito mais e muito melhor.
E, para descontrair, seguíamos sem termos as nossas garagens e portões trancafiados por blocos pesadíssimos de concreto, cuidadosamente e engenhosamente preparados para a minha chegada em casa.



Então eu pergunto: "Jura por Deus que eu tenho cara de quem se amedronta com esse tipo de traquinagem de infantes travessos"? Aqui é aroeira. Vem e volta. No máximo, terei que esperar mais um pouco para iniciar a reforma externa da casa de família que herdei de meu velho avô, que aliás, deve estar revirando no túmulo, por conta do tamanho da depreciação da história.
Eu, aqui vou seguindo, firme com o meu candidato a prefeito de sempre. Mas em meio a falência de praticamente tudo o que é institucional nessa nossa estranha nação, ando pensando muito sobre o que seria de maior protesto na esfera estadual e federal: não comparecer nas urnas e pagar parcas quantias à justiça eleitoral, ou comparecer e simplesmente anular a validade de minha procuração a outrem, posto que não poderei outorgá-la além de Marise, pelo fato de que além dele, ninguém, mas ninguém mesmo me representa.
                                                                       guardiadelendas.blogspot.com
                                                                       Célia Motta.